Cebes repudia ameaças de morte a jovem colombiana dos povos Wayuu

Cebes repudia ameaças de morte a jovem colombiana dos povos Wayuu

O Centro Brasileiro de Estudos de Saúde – CEBES torna público seu repúdio a ameaça de morte feita contra a jovem, de 15 anos, Génesis Gisselle Gutiérrez Romero, do Movimento Organizativo Força das Mulheres Wayuu. A garota é filha da reconhecida líder dos povos Wayuu e ativista dos direitos humanos, Jakeline Romero Epiayu. Mãe e filha fazem parte da comunidade do Resguardo Indígena de Zahíno, localizada em Barrancas, estado de La Guajira, no norte da Colômbia.

O Movimento das Mulheres Wayuu luta para defender o território dos povos que vivem no Resguardo de Zahíno e tem denunciado as constantes tentativas de violação aos direitos humanos daquela população.

No dia 5 maio, ao sair da escola, Génesis Romero recebeu ligações anônimas em que um homem prometia assassiná-la em breve. As ameaças contra a família da garota do clã Epiayu vem acontecendo desde 2005, quando passou a assumir o protagonismo da resistência contra o grupo paramilitar comandado pelo narcotraficante Rodrigo Tovar Pupo, popularmente conhecido na região como como “Jorge 40”. Ele tem tentado deslocar a população Wayuu para o território venezuelano com o intuito de explorar aquelas terras.

O CEBES reivindica que as autoridades colombianas e internacionais investiguem e adotem medidas urgentes para proteger a vida de Géneses Romero, mantendo a integridade do território dos povos Wayuu e do Movimento Organizativo Força das Mulheres.

Centro Brasileiro de Estudos de Saúde – CEBES



Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.