Revista Divulgação em Saúde Para Debate traz PET-Saúde e RAS para a discussão

Revista Divulgação em Saúde Para Debate traz PET-Saúde e RAS para a discussão

Oficialmente lançadas durante a última reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), dia 11 de dezembro, no Ministério da Saúde, as novas edições da Revista Divulgação em Saúde Para Debate, números 51 e 52, já estão disponíveis para download.

As publicações são parte do projeto “Série Divulgação Redes de Atenção à Saúde”, que envolvem temas críticos do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde) / Redes de Atenção à Saúde, promovido pela Secretar ia de Atenção à Saúde (SAS) e Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), do Ministério da Saúde.

O Centro Brasileiro de Estudos de saúde (Cebes) entende que o PET-Saúde/Redes é fundamental na promoção do desenvolvimento de intervenções na modelagem das Redes de Atenção à Saúde visando à qualificação das ações e serviços de saúde oferecidos à população nos diversos pontos de atenção das redes, assim como no favorecimento da inserção das necessidades dos serviços no contexto das redes como fonte de produção de conhecimento e pesquisa.

Os objetivos do Cebes e da SAS convergem na defesa do direito da população à saúde, envolvendo todas as etapas do seu ciclo de vida e todas as ações de saúde (promoção, proteção, reabilitação e tratamento).

Neste sentido, o Cebes que, há 37 anos, promove debates, problematizações e produz conhecimento na área da saúde pública, atuando na defesa de uma saúde para todos e de qualidade, defende a pertinência do programa para o fortalecimento do SUS, mediante o aprimoramento das redes de atenção.

Assim, buscou-se contemplar, nas edições da Série, as temáticas priorizadas no PET-Saúde/REDES que subsidiem a qualificação profissional:

a) Rede de cuidados à pessoa com deficiência;
b) Rede de Atenção às pessoas com doenças crônicas, priorizando o enfrentamento do câncer de colo de útero e de mama;
c) Rede Cegonha;
d) Rede de Atenção às urgências e emergências;
e) Rede de atenção psicossocial: priorizando o enfrentamento atual do álcool, crack e outras drogas;
f) Atenção à saúde indígena.

 

Acesse as publicações na íntegra:

Revista Divulgação em Saúde Para Debate Nº51 : : Atenção Básica – Construindo a Base da Integralidade

Revista Divulgação em Saúde Para Debate Nº52 : : Redes de Atenção à Saúde – Construindo o Cuidado Integral



Deixe uma resposta


Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.