Mesa redonda movimentos sociais e saúde: perspectivas e desafios

Mesa redonda movimentos sociais e saúde: perspectivas e desafios

Os movimentos sociais têm tido historicamente um papel muito importante na saúde, como a própria contribuição na construção do Sistema Único de Saúde – SUS. Estes se caracterizam pela busca de visibilização dos problemas da desigualdade e da injustiça vigentes na sociedade, assim como pela luta por projetos, significados e orientações. É composto por formas de organização e de lutas bastante diversas e heterogêneas, congregando múltiplos modos de operar na relação com o Estado e com a sociedade.
Esta mesa-redonda tem como objetivo apresentar e discutir experiências de atuação de movimentos sociais nas questões de saúde coletiva, cotejando os principais desafios enfrentados atualmente.

Entidades convidadas:

Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO)
Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES)
Centro de Promoção da Saúde (CEDAPS)
Médicos sem Fronteiras (MSF)

Público-alvo: alunos da graduação e pós-graduação stricto e lato sensu, docentes, pesquisadores e técnicos-administrativos do IESC/UFRJ e público em geral interessado na discussão

Data: 8 de dezembro (terça-feira)

Horário: das 09h às 12h

Local: Auditório do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro – IESC/UFRJ (Praça Jorge Machado Moreira, nº 100, Cidade Universitária, Rio de Janeiro/RJ – próximo à Prefeitura Universitária)

Inscrições: http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=23750

 

Fotos: Fabiana Ganem



Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.