Carta ao novo governo do Distrito Federal 2019-2022

Carta ao novo governo do Distrito Federal 2019-2022

Esta Carta foi sistematizada pelo Centro Brasileiro de Estudos de Saúde – núcleo Distrito Federal, a partir de diálogos e Oficina com Conselhos de Saúde de diferentes regionais do DF, movimentos sociais, profissionais de saúde, pesquisadora(e)s, estudantes, usuária(o)s do SUS e militantes pelo direito à saúde. O presente documento tem o intuito de compreender o panorama e as contradições do sistema de saúde no Distrito Federal (DF) e busca subsidiar a elaboração dos programas das(os) pré-candidatas(os) ao Governo distrital. Ademais, busca ser um instrumento para a luta cotidiana pela concretização do direito à saúde conquistado pela população, que deve ser garantido pelas(os) novas(os) governantes. O processo de construção coletiva desta Carta ao Governo do GDF 2019-2022 buscou, assim, construir um panorama sobre a situação de saúde no DF, com base em dados epidemiológicos e na vocalização das necessidades de saúde da população, bem como apresentar propostas para as próximas gestões.

 

Para isso, foram realizados diálogos em distintos espaços e com variados sujeitos sociais, que incluíram a participação em diversas reuniões dos conselhos regionais de saúde, conversas com usuárias e usuários, profissionais de saúde, gestoras e gestores, pesquisadoras e pesquisadores. A partir de uma consolidação prévia de percepções e propostas, foi realizada, na manhã do dia 23 de junho de 2018, na Escola Fiocruz de Governo – Brasília, uma oficina com distintos sujeitos sociais para debater a situação de saúde no DF. Os principais pontos e encaminhamentos debatidos foram sistematizados e organizados para a construção de uma análise coletiva sobre a situação de saúde do DF e de propostas de enfrentamentos. Esse documento foi encaminhado às/aos participantes da oficina para complementações e aprovação, resultando nesta Carta ao Novo Governo do Distrito Federal 2019-2022.

 

Este lançamento, com a apresentação e debate sobre o documento, dá-se agora em evento aberto com as pré-candidatas e os pré-candidatos ao GDF, a fim de buscar seu comprometimento com a garantia do direito à saúde, com o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), com a democracia e com o respeito a este e a outros processos participativos, nos quais a população do DF tenha espaço para discutir e apresentar suas reais necessidades, para subsidiar o direcionamento das políticas, com vistas à garantia dos direitos da população. E o nosso trabalho não para por aqui. Para além das eleições, as lutas continuarão se dando no cotidiano de vida e trabalho. Essa e outras discussões precisam ser permanentemente reforçadas, aprofundadas e qualificadas, não só no setor saúde, mas também de forma intersetorial. E o compromisso que esperamos das(os) pré-candidatas(os) é que o apoio não ocorra somente no programa eleitoral, mas que se somem na defesa e na luta pela melhoria contínua das condições de saúde e de vida da nossa população.

 

Sigamos pelo direito à saúde pública, universal, integral, participativa e de qualidade!

 

Baixe e leia a Carta aqui

 

Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília.



Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.