Saúde em Debate: fundamentos da reforma sanitária

Saúde em Debate: fundamentos da reforma sanitária

A revista Saúde em Debate tornou-se em um dos mais relevantes instrumentos de veiculação das ideias críticas e reformadoras na área da Saúde, aliando a construção de um campo do saber com o diagnóstico e análise das políticas, na busca de definir um projeto e estratégias de democratização.

Para este processo de construção coletiva, a revista constitui-se no principal espaço de convergência das contribuições acadêmicas e das propostas políticas cuja circulação e debate permitiram a ampliação da consciência sanitária, a articulação de distintos grupos que lutavam pela transformação da sociedade brasileira e a coesão em torno da bandeira comum enunciada como “Saúde é Democracia”.

Esta publicação – Saúde em Debate: fundamentos da Reforma Sanitária – integra um conjunto de iniciativas instauradas no processo de refundação do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde. Um dos pontos mais importantes desta nova fase é a inovação editorial do Cebes e, neste processo, optou-se por definir como ponto de partida o estímulo ao polêmico debate sobre um dos temas mais importantes para a área da Saúde no Brasil: a Reforma Sanitária.

Por esse motivo, a republicação de artigos originais da revista neste livro é uma importante possibilidade de fazer os pesquisadores e profissionais de saúde entrarem em contato com um rico e diversificado material sobre a questão da Reforma Sanitária no Brasil. Trata-se de um exercício de resgate histórico que recupera inclusive a memória iconográfica da revista, para o que colabora a decisão de republicar os artigos originais no formato fac-símile.

A publicação reúne textos da revista nas décadas de 70 e 80, que se referem desde a construção do campo de conhecimento da saúde coletiva até o debate, cada vez mais atual, sobre as concepções e rumos da Reforma Sanitária brasileira. Os três dossiês do livro – “A Construção do Campo de Conhecimento”, “A Construção da Estratégia Política” e “Teoria e Tática da Reforma Sanitária” – permitem que os leitores identifiquem e se utilizem dos fundamentos teóricos-conceituais da saúde coletiva brasileira.

Este livro é, dessa forma, uma comemoração de tudo o que a revista sedimentou ao longo dos anos, de todo o pluralismo de idéias que se encontram em suas páginas, de todos os mestres e aprendizes que puderam, juntos, debater as bases de mudanças sociais que se anunciavam. Mas é também um passa para o futuro, um impulso para a construção do novo e daquilo que está em fase de maturação.

Download do arquivo “Capa do Livro Saúde em Debate: fundamentos da reforma sanitária”