Saúde em Debate v. 43 n. 6 – Atenção básica e a micropolítica da gestão

Saúde em Debate v. 43 n. 6 - Atenção básica e a micropolítica da gestão

Propor movimentos de análise sobre o processo que opera na gestão e na produção das equipes de saúde não é uma ação rotineira que identificamos nos serviços. Com facilidade, o que encontramos são conflitos de diferentes origens e uma baixa capacidade de enfrentá-los como matéria: o gerar. São processos que agitam a vida dos serviços que recortam as atividades e nos convocam para análise, um convite que quase sempre deixamos para depois. São pontos que agitam o nosso processo de operar por entre as lógicas instituídas como analisadores. Tomar o cotidiano do trabalho nas suas diferentes redes e formas de atenção e gestão requer um exercício de olhar para uso das tecnologias que são incorporadas nesse processo em suas diferentes dimensões: operativas, políticas, comunicacionais, simbólicas, subjetivas“.

APRESENTAÇÃO

Políticas do cotidiano: a gestão na atenção básica | por Ana Lúcia Abrahão, Ândrea Cardoso de Souza, Túlio Batista Franco, Maria Paula Cerqueira Gomes

ARTIGO ORIGINAL

Entre a ‘grande política’ e os autogovernos dos Agentes Comunitários de Saúde: desafos da micropolítica da atenção básica | por Luciana Soares de Barros, Luiz Carlos de Oliveira Cecílio

Competências necessárias ao gestor de Unidade de Saúde da Família: um recorte da prática do enfermeiro | por Josieli Cano Fernandes, Benedito Carlos Cordeiro, Aline Costa Rezende, Dandara Soares de Freitas

Análise do perfl de gestores de Unidades Básicas de Saúde de Criciúma | por Flávia Henrique, Elizabeth Artmann, Juliano de Carvalho Lima

Desafios e estratégias no gerenciamento de Unidades Básicas de Saúde | por Selma Loch

Processo Circular: avaliação no cotidiano da gerência de Unidades Básicas de Saúde | por Mônica Villela Gouvêa, Elisete Casotti

ENSAIO

Rede Básica, campo de forças e micropolítica: implicações para a gestão e cuidado em saúde | por Emerson Elias Merhy, Laura Camargo Macruz Feuerwerker, Mara Lisiane de Moraes Santos, Debora Cristina Bertussi, Rossana Staevie Baduy

A prática como produção de saber na educação semipresencial | por Ana Lúcia Abrahão

Clínica, cuidado e subjetividade: afinal, de que cuidado estamos falando? | por Túlio Batista Franco, Luiz Carlos Moreira Hubner

RELATO DE EXPERIÊNCIA

Processo Circular: avaliação da experiência de alunos/gerentes do Curso de Aperfeiçoamento em Gerência de Unidades Básicas de Saúde, Gestão da Clínica e do Cuidado na aplicação da ferramenta | por Angelo Brito Rodrigues

Fluxograma Descritor do processo de trabalho: ferramenta para fortalecer a Atenção Primária à Saúde | por Rosiane Pinheiro Rodrigues, Weslley Lieverson Nogueira do Carmo, Carla Isadora Barbosa Canto, Eliene do Socorro da Silva Santos, Lidiane Assunção de Vasconcelos

O uso de ferramentas no processo de formação de gerentes de Unidades Básicas de Saúde: um relato de experiência | por Karina Cenci Pertile, Ana Paula Azevedo Hemmi, Camila Zamban de Miranda, Frantchesca Fripp dos Santos

O Processo Circular enquanto ferramenta para a gestão de confitos em uma Unidade Básica de Saúde | por Glebson Moura Silva, Deise Patrícia Freitas de Oliveira Carvalho, Deborah Brandão de Melo

Uso de ferramentas de gestão na micropolítica do trabalho em saúde: um relato de experiência | por Mary Anne de Souza Alves França, Acácia Cristina Marcondes de Almeida Spirandelli, Maisa Carolina de Castro Lima Vila Verde

Práticas restaurativas na gestão de uma equipe de Estratégia Saúde da Família: relato de experiência em Pato Branco, PR | por Clodoaldo Penha Antoniassi, Janine Gehrke Pessotto, Luciane Bergamin

Furando ondas para a qualifcação dos gerentes de Unidades Básicas de Saúde | por Luzia Maria da Guia Malta Prata, Elzimar Palhano dos Santos, Rosiane de Araújo Ferreira Polido, Ândrea Cardoso de Souza

Micropolítica da gestão e trabalho em saúde em um curso de Educação a Distância para gerentes da Atenção Primária à Saúde | por Magda de Souza Chagas

Download do arquivo “Saúde em Debate v. 43 n. 6 - Atenção básica e a micropolítica da gestão”