Linha do tempo 1977

1977

A sede da secretaria executiva do Cebes passa a ser na Rua Teodoro Sampaio, 1441, sala 42, em Pinheiros, São Paulo.

Três temas ganham destaque na Revista Saúde em Debate: “A Desnutrição e o planejamento econômico-social”“Quem é contra a explosão da natalidade” e “Médico: um empregado visto pela lei”.

Nos dias 24 e 25 de março, em São Paulo, o Cebes realizou sua I Assembléia Nacional de Delegados, na qual estavam  representados todos os núcleos já existentes em 10 estados e no Distrito  Federal. A  realização do evento significou uma mudança  na estrutura  da entidade, agora mais democrática, uma vez que a participação direta  em assembleia geral prevista anteriormente, e que não conseguiu  reunir grande número de sócios, foi substituída  pela participação permanente nos núcleos municipais ou regionais, estes, sim, representados  através dos delegados.

A assembleia aprovou a linha de trabalho que foi seguida pelos núcleos, cuja essência consiste na união das lutas desenvolvidas no setor, por melhores condições de vida e saúde para o povo. O encontro foi realizado em um clima de confiança e justeza de nossa orientação, e nas possibilidades  de desenvolvimento  das nossas  lutas, pois ainda era recente o impacto causado por acontecimentos, tais como  a vitória do “Movimento renovação”, de oposição, para o Sindicato dos Médicos de São Paulo; o congresso que reuniu 7 mil odontólogos, também em São Paulo, onde se debateu a extensão dos serviços às grandes massas da população,  e os XIV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical e III da Sociedade Brasileira  de Parasitologia, realizados em João Pessoa.

Ao término de dois dias de trabalho, foram modificados os estatutos e eleitos a Diretoria Nacional e os conselhos editoriais da revista e da coleção Saúde em Debate, integrados pela primeira vez , por sócios de vários estados da federação.

O Cebes publica em sua segunda edição relato sobre a origem e os propósitos da SESAC, proferido no dia 14 de abril de 1976, em Curitiba, no início da III SESAC e ressalta em sua sétima edição a participação cebiana no evento.

Sob o patrocínio do Cebes Rio e do Centro da Mulher Brasileira, realizou-se, no Teatro da Lagoa, no Rio de Janeiro, no dia 12 de abril de 1977, mesa redonda  sobre controle da natalidade, com a participação dos médicos Gérson Rodrigues do lago e Mario Victor de Assis Pacheco, respectivamente presidente e secretário geral da AMERJ; do demógrafo Ricardo Tavares (UERJ) e da socióloga Moema Toscano, do Centro da Mulher brasileira.

Publicado discurso proferido pelo Dr. Carlos Gentille de Mello  durante o encerramento , no dia 30 de julho de 1977, do I Curso de Especialização em Saúde Pública  para médicos em nível local, com a cerimônia de formatura com 57 alunos.

“Atenção Médica no Brasil” foi o tema de uma mesa redonda  promovida pela Comissão Científica do Cebes – núcleo de São Paulo, na noite de 9 de maio de 1977. Coordenaram os trabalhos Carlos Gentille de Melo, Hésio Cordeiro, Eduardo Kertesz e Sérgio Arouca.

Participação do Cebes na reunião anual do SBPC, realizada  entre os dias 6 e 13 de julho, em Fortaleza. Em nota, o Centro informa que seus estatutos prevêem a realização de reunião simultânea  com a reunião do SBPC, de assembléia do Cebes. Ir à Fortaleza e levar nossas propostas é uma das metas para 1977.

Nota sobre a realização , de 10 a 17 de julho de 1977, do IX Encontro Científico de Estudantes de Medicina (IX ECEM), realizado na Universidade Federal da Santa Catarina, em Florianópolis. Na ocasião,  aproximadamente 2 mil estudantes participaram do evento.

De julho a outubro de 1977, foi desenvolvida a campanha para a eleição e posse da nova diretoria da Associação Paulista de Medicina, que teve como marco a impugnação da chapa independência, única de oposição a surgir nos últimos anos.

Nota sobre a realização, de 28 de agosto a 3 de setembro de 1977, do XII Congresso  Nacional de Médicos Residentes, com a participação de 440 representantes  dos estados onde existem  Residências Médicas (com exceção da Bahia e do Espírito santo). O evento foi realizado em Olinda, Pernambuco.

No dia 18 de setembro de 1977, em São Paulo, realizou-se no Santuário da Penha uma manifestação de apoio aos injustiçados  e oprimidos, com a participação de vinte entidades de leigos e religiosos de expressão nacional denominada pela justiça e libertação e que nasceu  de uma iniciativa da Comissão Justiça e paz da Arquidiocese de São Paulo, a partir da veiculação da notícia de que seria expulso do país o bispo de São Paulo Félix do Araguaia. Durante o evento foi lido o documento base , uma análise das condições econômicas, sociais e políticas  da nação, de onde destacou-se o item final, a saber: a aspiração democrática do povo. O Cebes foi a primeira entidade do setor saúde a participar  do movimento e uma das signatárias do documento que convocava os sócios e assinantes  do Saúde em Debate a concretizarem  os objetivos gerais do movimento Justiça e Libertação.

O Diretório Acadêmico Gaspar de Oliveira Vianna da Faculdade de Medicina de Santo Amaro em São Paulo realizou o I Ciclo de Debates sobre Saúde no Brasil, no período de 2 a 6 de outubro de 1977, no auditório do Laboratório Montedison. Na ocasião, o então secretário do Cebes, David Capistrano,  compôs mesa redonda intitulada Saúde no Brasil.

O Núcleo Cebes de Londrina organiza o Seminário sobre saúde e medicina no Brasil, realizado de 27 a 28 de outubro  de 1977.

Publicada nota sobre lançamento, em outubro de 1977, dos livros Saúde e Medicina no Brasil, de Carlos Gentille de Mello; Saúde e Assistência Médica no Brasil,  de Samuel Pessoa;  Medicina e Política, de Giovanni Berlinguer; e, A Medicina do Capital, de Jean Claude Polack. Os livros foram editados pelo Cebes em parceria com a Editora Humanismo, Ciência e Tecnologia (HUCITEC) com o objetivo de promover um debate profundo e amplo  dos problemas de saúde.

No dia 3 de dezembro de 1977 realizou-se eleição da nova  diretoria do Cebes que tem como programa de ação  propiciar uma participação democrática  crescente dos associados, através da realização de: reuniões periódicas da diretoria; reuniões trimestrais para a discussão de assuntos gerais e de acompanhamento  do trabalho das diretorias estaduais e nacional e das comissões; desenvolvimento e criação de comissões multidisciplinares, intercâmbio com os núcleos municipais do Cebes, dentre outros.

Nota sobre a realização, no dia 15 de dezembro de 1977,  no teatro da PUC de São Paulo, do Dia Nacional de Saúde e Democracia com a participação de 22 entidades ligadas a diversos setores sociais. Na ocasião, foi realizado pronunciamento do então presidente do Cebes, José Rubem Alcântara, e entregue a carta dos profissionais de saúde.

Cebes publica  os problemas de saúde levantados pelos sanitaristas por ocasião  do XIX Congresso Brasileiro de Higiene e o I Congresso Paulista de Saúde Publica. A nota destaca  a presença de sócios  do Cebes e assinantes da Revista Saúde em Debate, valendo ressaltar  as contribuições dos núcleos de São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, com trabalhos apresentados nas sessões de temas livres.

No final de 1977 ocorreu a I Semana de Debates do Rio de Janeiro com a participação  do Cebes, AMERJ, ANMR e Associações de bairros da cidade.

_____________________________________________________________________

Vídeo sobre a Memória do Cebes