Análises de Conjuntura

Uma agenda para a esquerda só pode ser mundial

O que pode unificar distintas matizes da "nova" e da "velha" esquerda - contra as políticas de decomposição das funções públicas do Estado - é o exercício, pelo Estado, de políticas antagônicas às ditadas pelas agências privadas, que hoje orientam políticas e são responsáveis pela crise. O neoliberalismo teve a hegemonia abalada, mas não sucumbiu. Se os partidos de esquerda não reduzirem as taxas de pragmatismo e não se unificarem numa agenda avançada, o que obtivemos até aqui pode ser perdido. O artigo é de Tarso Genro.

leia mais

O Fórum ganhou mundo

Site Carta Maior – 28/01/2012 O Fórum não tem o mesmo peso de outros tempos e o neoliberalismo não morreu.…

leia mais