‘O Conselho Federal de Medicina não me representa na pandemia de covid-19’; acesse o documento da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares e Associação Brasileira de Médicas e Médicos pela Democracia

'O Conselho Federal de Medicina não me representa na pandemia de covid-19'; acesse o documento da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares e Associação Brasileira de Médicas e Médicos pela Democracia

O Conselho Federal de Medicina (CFM) não nos representa, além disso nos envergonha com sua postura de apoio ao genocídio em curso no Brasil. O Conselho tem responsabilidade sobre as quase 500.000 mortes por Covid-19 no Brasil.

O CFM apoia declaradamente negacionistas e tratamentos ineficazes, além de criticar a CPI que investiga justamente as responsabilidades por essa catástrofe na condução da pandemia no Brasil.

É por isso que a Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares e a Associação Brasileira de Médicas e Médicos pela Democracia entregaram o documento “O Conselho Federal de Medicina na Pandemia de Covid-19: pela apuração das responsabilidade da atual diretoria na CPI da Pandemia” ao senador Humberto Costa (PT/PE). O documento, critica a negligência e a compactuação do CFM com a política genocida do Governo Federal de estímulo ao uso do chamado “tratamento precoce” para a Covid-19, mesmo as medicações envolvidas no “kit Covid” não possuírem evidência científica da sua eficácia contra a doença.

O documento pode ser acessado em medicospopulares.org ou a seguir:



Comentários

Deixe uma resposta


Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.