Mensuração dos Gastos Tributários: O Caso dos Planos de Saúde

Mensuração dos Gastos Tributários: O Caso dos Planos de Saúde

Em seu artigo “Mensuração dos Gastos Tributários: O Caso dos Planos de Saúde”, o técnico de Planejamento e Pesquisa DIEST-IPEA, Carlos Octávio Ocké-Reis analisa o mercado dos planos de saúde no país entre 2003 a 2011.

No texto, o pesquisador observa que o faturamento do mercado quase dobrou e seu lucro líquido cresceu mais de duas vezes e meia acima da inflação, impulsionado pelo crescimento acentuado do número de vínculos do mercado entre os anos estudados.

Para ele, é preciso ser investigado de “maneira minuciosa” um conjunto de evidências, como a renúncia da arrecadação fiscal nesse campo que induz o crescimento do mercado de planos de saúde, em detrimento do fortalecimento do SUS e, por outro lado, gera uma situação de injustiça, ao favorecer os estratos superiores de renda e certas atividades econômicas lucrativas.

Acesse aqui o artigo na íntegra

Foto: Cebes



Deixe uma resposta


Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.