Cebes 40 anos: memória do futuro

Cebes 40 anos: memória do futuro

“Política de Saúde que esquece as necessidades reais da população e se norteia exclusivamente pelos interesses da minoria constituída e confirmada pelos donos das empresas médicas e gestores da indústria da saúde em geral. Exemplo recente desta forma de política elitista e antipopular e a tentativa da criação do cheque-consulta, cujo único objetivo é satisfazer os interesses dos produtores de serviços acenando à população com a ilusão de um melhor acesso aos serviços de saúde.” – A questão democrática da saúde (1979)

 

Em 2016 celebramos quarenta anos de luta por democracia e saúde do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES).

Para comemorar esse marco histórico lançamos uma série de iniciativas  que estão sistematizadas no site “Cebes 40 anos: memória do futuro” que você acessa pelo endereço http://40anos.cebes.org.br/ .

O ambiente conta com conteúdos  de uma edição especial da Revista Saúde em Debate sob a responsabilidade da equipe de editoria, um livro de memórias e análises de conjuntura com a colaboração de Lenaura Lobato e Daniela Sofia e um seminário virtual sob a coordenação geral de Ana Maria Costa e coordenação adjunta de Ana Teresa Pereira e Liu Leal.

A concepção do seminário parte de uma série de entrevistas baseadas em um roteiro e gravadas  em vídeo, com militantes do Cebes, acadêmicos e intelectuais, parlamentares e lideranças de movimentos sociais e políticos.   

O  seminário  irá produzir e difundir um conjunto de debates acerca da conjuntura atual e setorial estimulando permanente interação com a comunidade cebiana e com outros setores da sociedade.

O conteúdo é composto de análises  em relação ao capitalismo,  a crise política,  a crise da democracia, além de  identificar os riscos para os direitos sociais, particularmente a saúde.

 


O formato do “Seminário Virtual”, está organizado em três blocos:

 

  1. Crise Política, Golpe Institucional e impactos sobre a Democracia e os Direitos Sociais;
  2. A questão democrática da saúde : conquistas, impasses e desafios para efetivar o direito à saúde;
  3. Perspectivas, estratégias e caminhos de resistência e lutas;

 

Todo o conteúdo criado será sistematizado e divulgado a partir dos canais de comunicação do CEBES (site e redes sociais). Os vídeos serão divulgados a partir de 17 de outubro de 2016.

 

Entre os entrevistados estão Guilherme Boulos, José Luis Fiori, Maria da Conceição Tavares, Sonia Fleury, Jairnilson Paim,   Ligia Bahia,  José Noronha, Carlos Ocké, José Gomes Temporão,  Ana Maria Costa, , José Ruben, Cornelis van Stralen, Élida Graziani, José Geral do Sousa, Marcelo Lavenere, Jorge Solla, Maria Lucia Frizon, Tiago Henrique , Grazielle Davi e muitos outros incluindo representantes dos núcleos do Cebes.

 

Abaixo algumas imagens dos batidores e making off do projeto.

 



Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.