Radionovela do ComunicaSUS combate fake news e alerta sobre a importância da Vacinação

Radionovela do ComunicaSUS combate fake news e alerta sobre a importância da Vacinação

Entrou no ar uma radionovela do ComunicaSUS sobre a importância da Vacinação. O tema foi escolhido para reforçar as vacinas como direito à Saúde no Brasil. O assunto anda em pauta entre os brasileiros por conta da pandemia de coronavírus e pela fala irresponsável do presidente da República que diz que não vacinar é um ato de liberdade. Vacina é um ato de proteção da saúde e da vida de cada um de nós e da sociedade como um todo.

Além disso, notícias divulgadas no início do mês apontam que, pela primeira vez no século, o Brasil não atingiu a meta em nenhuma das principais vacinas infantis. A Fiocruz aponta que o discurso antivacina está se espalhando por grupos nas redes sociais.

O ComunicaSUS é um projeto de comunicação popular voltado para a comunicação sobre o direito à saúde. Ele é uma realização do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES), com produção da Criar Brasil e apoio da organização Médico Internacional.

Ouça a radionovela sobre Vacinação na plataforma Soundcloud:

E ouça também no Youtube:

A edição 2020 do ComunicaSUS começou a ir ao ar em fevereiro com três radionovelas e um samba. O projeto criou peças gráficas para com orientações de segurança contra o coronavírus (veja as peças de SUSete, Norma, Angela, Andrade e Teca).

Recentemente, elaborou e divulgou cards para orientar sobre distanciamento social nesses tempos na qual Estados e municípios reabrem as atividades econômicas não essenciais. Fez peças em apoio à petição do Conselho Nacional de Saúde para evitar a perda de financiamento para o Ministério da Saúde em 2021 e também à manutenção do valor de R$ 600 para o auxílio emergencial, que auxilia algumas pessoas a ficarem em casa, respeitando o isolamento social – medida recomendada por autoridades sanitárias para mitigar os efeitos do coronavírus.

Ano passado, foram lançadas 10 radionovelas curtas que abordavam temas como perda de direitos sociais e quando violência se torna uma questão de saúde pública, dentre outros assuntos. Em 2020 serão 28 peças, sendo 6 radionovelas, 4 edições de podcasts, 4 programas jornalísticos, 6 spots curtos 2 videografismos e 4 peças gráficas.



Deixe um comentário


Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.