Antonio Ivo Presente!

Antonio Ivo Presente!

O Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes) presta sua homenagem a seu ex-Vice-presidente Antonio Ivo de Carvalho, que partiu para outras terras. Líder secundarista, universitário na Faculdade de Medicina da UFRJ, para qual passou em primeiro lugar no vestibular, enfrentou os cárceres e a tortura da ditadura militar na luta por um Brasil justo, democrático e soberano.

Dos bancos da Faculdade, coerente com seus compromissos de vida e luta, antes de ingressar nos domínios da Saúde Coletiva, buscou alimento nos movimentos populares de Nova Iguaçu, onde participou do nascente Movimento de Amigos de Bairro e da reestruturação da Federação de Associações de Moradores do Estado do Rio de Janeiro – FAMERJ. Em nome desta, fez intervenção histórica na 8ª Conferência Nacional de Saúde.

Nos primórdios da Nova República, engaja-se na construção do Sistema Único de Saúde, na experiência reformista da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro de 1987 a 1990.

A partir de 1991, passa a ser pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca da Fundação Oswaldo Cruz, onde virá a criar a Escola de Governo e tornar-se-á seu Diretor, impulsionando toda uma geração de sanitaristas. Organizador de livros, autor de capítulos e artigos sempre argutos e comprometidos no campo das políticas de saúde.

Até recentemente buscava pensar estratégias para o fortalecimento da Saúde como direito universal de cidadania, à frente do Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz.

Deixa um legado de muita solidariedade, amor, humor e compromisso com as lutas e movimentos populares em sua longa e fértil trajetória em Nova Iguaçu, no Rio e no Brasil. Foi toda uma vida em defesa da democracia, dos direitos humanos e por sociedade solidária e digna para todos.

Um lutador incansável por uma sociedade do bem viver. A saúde pública brasileira está de luto, mas Ivo continua presente como inspiração e testemunho.


Quando convidei o Antonio Ivo para ser pesquisador na FIOCRUZ, no NUPES que eu coordenava,tive em conta que ele era tinha um perfil muito singular: sua trajetória como liderança do movimento popular de saúde, sua experiência de gestor na secretaria de saúde, sua excepcional contribuição acadêmica na análise dos conselhos como uma articulação entre Estado e Sociedade que inaugurava uma nova arquitetura democrática. Mas, o que descobri foi que além das suas qualidades acima mencionadas, tratava-se de um ser humano generoso, amoroso, ético, acolhedor. Muitos anos depois foi ele que me acolheu no Centro de Estudos Estratégicos (antigo NUPES) como sua pesquisadora. Antonio Ivo era ranzinza, reclamava da idade e da sequelas que deixava em seu corpo. Sendo da mesma idade, brigávamos pela preservação da vida de formas muito distintas. Mas, tínhamos a mesma tesão pela política, o mesmo compromisso pela luta da Reforma Sanitária e defesa do SUS. Tenho certo que ele era muito mais amplo, generoso e estratégico em sua visão da saúde no Brasil. Você nos deixou em um momento difícil, companheiro. Mas, tenho certeza que você encontrará nossos amigos Arouca e Mário Hamilton que também nos deixaram na sua tenra idade. Tome uma com eles, explique que estamos sem um rumo claro e confusos. Nessa pajelança, baixem suas luzes pelos que ficamos aqui.

Sônia Fleury

A vida é sempre um convite a desvendar mistérios… buscar os sentidos e viver sonhos ou dor se tivermos utopias…
Chega um tempo em que perdemos os que caminharam nossas caminhadas… conheci Antônio Ivo com a Lúcia nas mobilizações da Famerj, na luta pela saúde, no Segundo Encontro Popular pela Saúde na Cidade de Deus, era um militante que caminhou profundo.

Cleonice Dias -Cidade de Deus

Antonio Ivo: um guerreiro que parte!

Choramos a partida precoce de um guerreiro, recém-comemorando 71 primaveras. Antonio Ivo foi uma figura excepcional, profissional de saúde e militante político, referência na Saúde Coletiva e sempre se destacando em qualquer atividade que tenha abraçado, na ENSP, na Fiocruz, no SUS ou na política. Médico e pesquisador de uma inteligência e capacidade incomuns, de fala fácil e contundente, vai fazer muita falta como amigo, como pessoa e como lutador. Enfrentamos momentos complexos e delicados, quando mais precisamos de pessoas com a clareza de raciocínio e capacidade de agir como ele demonstrou ao longo de sua vida.

Seus amigos e amigas choram, seus familiares choram, companheiros e companheiras de trabalho choram; nossa equipe do NAF lamenta essa partida precoce, o vazio que experimentamos e agradece o apoio que sempre demonstrou enquanto dirigente, diretor da ENSP, Coordenador do CEE Fiocruz, sempre raciocinando antecipadamente e lutando a boa luta. Seu compromisso com o SUS, com a melhoria das condições de saúde de nossas populações, sua lealdade com as amizades e o carinho com a família ficam como um legado, como um exemplo para futuras gerações. Lembremos sempre dos momentos agradáveis, das angústias compartilhadas e das dificuldades enfrentadas ao lado dele, mas lembraremos também de realizações. Dessa maneira, honraremos a memória desse guerreiro que parte.

Antonio Ivo PRESENTE!

Homenagem de Jorge Bermudez e equipe do NAF/ENSP/FIOCRUZ

Antonio Ivo de Carvalho! Um grande amigo, parceiro de boas lutas pela democracia e pela justiça social. Além de toda a sua longa trajetória na luta pela liberdade, juntamente com um bravo grupo de médicos, profissionais da saúde e moradores, iniciou a construção de um dos mais importantes movimentos sociais criados no Brasil a partir dos anos 70 e que contribuiu, de forma decisiva, para a redemocratização do país – a organização dos cidadãos no seu local de moradia.

Com o Movimento de Associações de Bairros – MAB em Nova Iguaçu no Rio de Janeiro, foi plantada a semente do que viria a se transformar em uma das mais importantes formas de organização social: As Associações de Moradores. O movimento dos moradores se desenvolveu ao longo dos anos 70 e 80 com a constituição da Federação das Associações de Moradores do Estado do Rio de Janeiro – FAMERJ, na qual o Antonio Ivo foi um dos principais dirigentes e se destacou como hábil articulador político e conselheiro. Sua contribuição sempre nos ajudou no melhor direcionamento das várias etapas das lutas e conquistas. O Movimento Popular pela Saúde, criado pela ação conjunta das entidades dos profissionais da saúde com as entidades comunitárias, gerou a grande campanha nacional da Saúde Direito de Todos que teve no encontro pela saúde de Cidade de Deus – em 1979 – o seu marco inicial.

O movimento da Associações de Moradores se desenvolveu por todo o território nacional e teve na luta pelo direito à moradia – evitando o despejo dos mutuários e dos moradores nos loteamentos, uma grande conquista. Em todos esses momentos, o Antonio Ivo e nós, seus companheiros de luta, estivemos juntos, contando sempre com sua valiosa colaboração.

Saudades amigo!

Jó Rezende, ex-presidente da FAMERJ
Na foto Antonio Ivo entre lideranças locais com Iracy, Dolores Otero e Karla Travaglia e Chico Alencar e Jó Resende

MST

João Pedro Stédile

Chico Alencar

Os que morrem pela vida, não podem ser chamar-se mortos. Antonio Ivo presente!

Cebes dedica a Antonio Ivo a canção venezuelana Ali Primera – Los Que Mueren Por La Vida:

Ali Primera – Los Que Mueren Por La Vida

Los que mueren por la vida
No pueden llamarse muertos
Y a partir de este momento
Es prohibido llorarlos
Que se callen los redobles
En todos los campanarios
Vamos pu pa’ carajo
Que para amanecer
No hacen falta gallinas
Sino cantar de gallos
Ellos no serán bandera
Para abrazarnos con ella
Y el que no la pueda alzar
Que abandone la pelea
No es tiempo de recular
Ni de vivir de leyendas
Canta, canta, compañero
Que tu voz sea disparo
Que con las manos del pueblo
No habrá canto desarmado
Canta, canta, compañero
Canta, canta, compañero
Canta, canta, compañero
Que no calle tu canción
Si te falta bastimento
Tienes ese corazón
Que tiene latir de bongo
Color de vino ancestral
Viene tu cuenca de lucha
Cabalgando un viento austral
Canta, canta, compañero
Canta, canta, compañero
Canta,…



Comentários

Deixe uma resposta


Seu e-mail não será publicado. Seu comentário poderá ser moderado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.